sábado, 19 de junho de 2010

Desagrado com a fiscalização em Lajeado

Uma reportagem no programa Jornal do Almoço na RBS TV dessa quinta-feira, dia 17, apresentou o discuido e a falta de interesse dos "azulzinhos", os fiscais de trânsito de Lajeado. Em vez de fiscalizarem as infrações da grande frota de veículos da cidade, eles ficam de bate papo e na maioria das vezes nada fazem. Na reportagem os mesmos foram flagrados conversando discontraidamente enquanto em alguns metros de sua visão um carro estava estacionado em local proibido. Também foi mostrado carros estacionados sobre calçadas, em cima da faixa de pedestres e muito mais que ocorre na minha cidade.
Hoje mesmo, sábado me reparei com a cena de um veículo estacionado em vaga para deficientes, e o carro não continha adesivo ou identificação especial. Isso ocorre em pleno horário comercial na rua Santos Filhos transversal da Júlio de Castilhos. Dia de chuva sem fiscais nas ruas. Será que são de acúcar?
Dias atrás por voltas das 19 horas na rua do hospital, havia um veículo e uma ambulância estacionados em espaço reservado para motos. (foto) Nada de fiscalização quando se precisa. Digo isso porque meu marido tem moto e sabemos como é difícil achar uma vaga para estacionar em Lajeado, as vagas para motos estão sempre ocupadas. Se algum motociclista estacionar em local para carros, os fiscais não pensam duas vezes em multar e guinchar. Já vi esta cena milhares de vezes. Por outro lado, se carros estacionarem em locais para motos, os responsáveis não fazem absolutamente nada.
O trânsito de Lajeado mudou em abril desse ano. Ruas tiveram seus sentidos invertido, a Júlio e outras principais ruas do Centro em destaque, além de vários outras alterações consideráveis. O que causou grandes problemas e muitos acidentes . Eu e meu marido nos safamos por sorte de três quase acidentes. Carros que entraram em ruas de tráfego invertido. Os motoristas olham para o sentido antigo e arrancam, alguns ainda buzinam achando que tem razão e seguem na contra-mão. Depois de tantos meses após as mudanças, cenas como está continuam sendo frequentes.
Veja neste link a reportágem de Cicero Copello e Peterson Gonçalves. FLAGRANTE NO TRÂNSITO, EM LAJEADO

0 comentários: