quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Vestibular de Verão 2011 da Univates


terça-feira, 26 de outubro de 2010

Marcada festa do 3º Corujão da Comunica


Morre o "vidente" da Copa do Mundo 2010

O polvo Paul, que ficou famoso por acertar os resultados de oito jogos da Copa de 2010, morreu na noite de segunda-feira, no oceanário Sea Life, na cidade alemã de Oberhausen. O molusco, que nasceu em 2008 teve morte natural e será cremado. De acordo com Stefan Porwoll, diretor geral do oceanário, Paul deverá ser homenageado com um monumento no Sea Life, que virou atração turística em Oberhausen por causa da fama do "polvo profeta".

ENTENDA AS PREVISÕES DE PAUL
As previsão de Paul funcionava com potes de comida em seu aquário: ele era atraído com mexilhões colocados em dois recipientes iguais adornados com as bandeiras dos países que iriam se enfrentar. Nas oito partidas da Copa do Mundo que fez o ritual, Paul escolheu a seleção que acabou vencendo (todos os jogos da Alemanha e a final, entre Espanha e Holanda).

Mais informações sobre essa história aqui - Fonte: Globo Esporte

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Poema de Shelley

"Acordo de um sonho contigo.
Na primeira noite de doce sono.
Quando os ventos sussuram baixinho.
E as estrelas brilham demais.
...
Acordo de um sonho contigo.
E um espirito em meus pés.
Me conduziu - sabe-se lá como -
A janela do teu quarto, minha doçura."
...
resitado por Loren Blake

" Eu já conheci a noite.
Já caminhei sob chuva, e sob chuva voltei...
Avistei os becos mais tristes da cidade
Passei pelo guarda noturno em sua ronda
E baixei os olhos sem querer explicar
E mais além, em alturas extraordinárias,
Um luminoso relógio no céu
proclamou que o tempo não era errado nem certo
Eu já conheci a noite."
...
resitado por Loren Blake

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Meu destino ao seu encontro.

No céu iluminado, a lua estava solitária sobre minha cabeça, assim como eu. Gotas finas de chuva molhavam meu rosto enquanto uma corrente fria percorria meu corpo e me impedia de reagir. Fiquei ali, sentada sobre uma grande pedra à beira do penhasco.
- O que pode ser mais difícil do que viver? Nada! Absolutamente nada! – Gritei alto para o infinito unindo as duas pernas na tentativa de me aquecer.
Estou sozinha, abandonada pelo tempo, pelos outros e pela vida. Nada importa. Nada eu temo. Na minha memória, há apenas uma imagem. Daquele rapaz alto, de cabelos claros e desgrenhados, sorriso marcante, olhos dourados e sua pele tão branca como porcelana. Mas ele não era frágil, pelo contrário, era muito forte e viril.
No meu coração, um único sentimento me fazia respirar e viver. O amor. Foi com apenas um olhar, que todo meu corpo reagiu. Fogo, ardência, queimação explodiram dentro de mim.
Seus olhos foram à prova concreta do desejo que ele também sentia. Não havia necessidade de palavras. Meu coração batia tão forte, que tive medo. Não dele, mas de mim mesma.
Com seu toque leve, ele acariciou meu rosto. Tive a sensação que dentro de mim, um único fluido despertava seu desejo. Suas mãos frias desceram até minha cintura envolvendo meu corpo como um casulo.
- Eu quero muito. – Suas palavras saíram em uma sintonia delicada próximo ao meu ouvido. Ele continuou falando baixinho, apesar de não haver mais ninguém por perto. – Estou aqui porque preciso de você e você de mim.
Não conseguia responder, estava prestes a soluçar em suspiros e prantos. Eu o desejava mais do que a minha própria vida.
Comecei a achar que ele estava cedendo ao meu pedido. Respirei profundamente inalando seu cheiro doce. De olhos fechados fui me entregando aos seus braços. – Me transforme. – Implorei.
Ele me soltou e pelos instantes que fiquei ali, de pé e tremula, não ouvi nenhum som. Ao abrir os olhos, ele simplesmente não estava.
Eu corri, corri tão rápido quanto minhas pernas desengonçadas conseguiam reagir. Tropecei em galhos e esbarrei em diversas árvores. Até por fim chegar aqui, na beira desse penhasco.
Um arrepio percorreu minha espinha e eu me pus de pé. Nesse movimento rápido, minha pernas perderam o equilíbrio. Fui em direção a beirada da pedra e não tive dúvidas que cairia os 140 metros em queda livre. Já não tinha mais força, apenas fechei os olhos e deixei meu corpo cair.
Foi quando senti alguém pegar meu pulso e me erguer rapidamente. – O que está fazendo? – Ele perguntou com sua voz grave e autoritária. Estava nervoso, preocupado e muito bravo.
- Não queria, não consegui... não... – Minhas palavras não saiam, meu queixo batia e meu corpo não sentia mais nenhum efeito da baixa temperatura.
Por um instante eu vi seus olhos, estavam negros como a noite e tão brilhantes quanto a lua. Quando ele sorriu, pude ver os dois caninos em destaque.
Apenas deixei a cabeça pender para o lado mostrando a parte nua do meu pescoço. Sem nenhuma palavra de apelo ou desculpas senti seus dentes em minha pele.
Uma onda de calor se expandindo por dentro de mim, toda a tristeza desapareceu como toque de mágica. Naquele instante eu sabia que nada mais seria igual. Porque eu pertencia a ele e ele pertenceria a mim para toda a eternidade.

Making off Corujão Comunica

Galera!
Saca só tudo que rolou no madrugadão de idéias do Corujão da Comunicação. Alunos de publicidade, jornalismo, relações públicas e design participaram dessa maratona de trabalhos. Foram 12 horas incríveis. Eu participei pela primeira vez. Minha equipe era a laranja nominada de Orange Comm.
Em breve vou postar nossa campanha e todos os trabalhos, teve rádio, Tv, jornal, artes gráficas e mais... A apresentação será no dia 20/10 e a divulgação da equipe ganhadora também. Boa sorte a cinco equipes mas principalmente a minha. Huahuahua.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

A moda universitária está na Grife Univates


Há seis anos, a loja Grife Univates iniciava suas atividades no prédio nove do Centro Universitário Univates, em Lajeado, disponibilizando materiais referentes aos cursos oferecidos pela Instituição, como bolsas e camisetas.
A partir da procura dos clientes por novidades do mundo da moda, nem sempre ligadas aos cursos da universidade, a proprietária da loja Denise Ferrazza decidiu inovar.
Ao iniciar a comercialização de produtos que não levavam o nome da Univates a loja passou a ter o custo a mais no aluguel do espaço, conforme destacou Denise. “Aumentou os custos, mas em contrapartida a venda também cresceu, além disto, a proposta foi nossa. Podendo colocar mais produtos não nos importamos com os custos”, afirmou.
Segundo Denise a procura por produtos da Univates cresceu, após o incremento na loja. “As pessoas entram para ver as novidades e acabam se interessando por produtos dos cursos”, comentou a proprietária, enfatizando que a procura pela linha da Instituição é maior nos inícios de semestres. “Vendemos bem neste período, depois acalma e a procura por outras linhas aumenta”, completou.
A Grife Univates oferece peças de vestuário masculino, feminino, bolsas, pastas, acessórios e cosméticos.





Publicado por: Thaty Maldaner, Joyce Alves, Roberta Ruffatto e Daiane Steffens

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Quer tc comigo? Momento hilário...

Boa tarde bloqueiros!!
Dias atrás me deparei com um cara muito ilário sendo pauta no bloco Museu de Novidades do programa Audiómetro. O programete é apresentado pelo colega Marcelo Petter no canal da TV Univates.
Lembrei que em aulas, o professor Leonel, também coordenador da TV, falava e apresentava videos desse cara, Rogério Skylab. Nunca ri tanto de letras e interprestações como é possível rir desse tio. Vou postar um video dele e deixar o link do Audiômetro para verem o bloco do Museu de Novidades.


Comemoração com ato de cidadania.

A festa em comemoração aos 15 anos na Free Agência de Turismo, celebrada no dia 01 de outubro, teve como inspiração a solidariedade. Os convidados trouxeram alimentos não perecíveis para doação.
A entidade beneficiada foi o Centro Terapêutico Shalom, que visa restaurar a vida e o ambiente familiar de dependentes químicos. A Shalon oferece oportunidades, carinho e dedicação, tirando das ruas aqueles que querem a cura e uma vida produtiva saudável.
Em seus 15 anos, a Free é lembrada como empresa parceira da comunidade, sempre participando de ações beneficientes. É através de doações e projetos como esse, que o Centro Shalom se mantém.
Acesse o link e saiba como fazer parte dessa corrente para o bem Clinica Shalom

sábado, 9 de outubro de 2010

Ontem foi o dia! Vou te contar, em breve....

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Frase da Semana

domingo, 3 de outubro de 2010

É por isso que o Brasil não vai pra frente. Os partidos políticos não valorizam seus candidatos. Tem cada figura que ninguem merece.